Menu
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
1




hk

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Radiestesia Terapêutica Enomóto - Terapias Vibracionais
Associação ABRAD

abrad


AssociaçãoBrasileira de Radiestesia e Radiônica

 



CÓDIGO DE ÉTICA EM RADIESTESIA NA ÁREA DE SAÚDE

 

OBJETIVO:

 

É função do radiestesista na área de saúde, a detecção das tendências predisponentes a determinados desequilíbrios e avaliação energética da restauração do equilíbrio.

 

Capítulo I

 

Compromisso Técnico

 

1 - Ter conhecimento básico em radiestesia, conforme estabelecido pela ABRAD (comprovados);

 

2 - Ter conhecimento básico de anatomia;

 

3 - Avaliar os clientes de forma energética (nunca fazer diagnósticos médicos);

 

4 - Tratar os clientes com abordagem holística;

 

5 - Doentes sem diagnóstico clínico, devem ser orientados para procurar médicos;

 

6 - Utilizar todos os recursos tradicionais ou modernos nas avaliações energéticas;

 

7 - Não solicitar exames laboratoriais ou imagenológicos;

 

8 - Não comentar sobre os diagnósticos e tratamentos prévios dos doentes;

 

9 - Não interferir nos tratamentos prévios;

 

10 - Fazer anúncios discretos sem citar doenças.

 

 

 

Capítulo II

 

Compromisso com o Cliente

 

1 - Respeitar os direitos, a dignidade e a pessoa do cliente;

 

2 - Oferecer ao cliente o serviço da melhor qualidade e indicar profissionais da saúde quando for necessário;

 

3 - Evitar tratar clientes quando a sua competência ou o seu julgamento for prejudicado por dependência química não tratada, por incapacidade física ou mental;

 

4 - Atuar de maneira não discriminatória;

 

5 - Manter registro do histórico e do tratamento de cada cliente, e respeitar a confidência dos dados ou de quaisquer outras informações fornecidas pelo mesmo;

 

6 - Manter o cliente informado sobre o tratamento e os resultados, evitar (evitando) fazer promessas ou criar expectativas falsas.

 

 

 

Capítulo III

 

Compromisso com a Profissão

 

1 - Elevar o nível da profissão no país;

 

2 - Aprimorar continuamente seus conhecimentos e usar o progresso tecnológico em benefício do cliente;

 

3 - Impedir ou denunciar comportamentos prejudiciais à sociedade praticados por profissionais sem qualidade e ainda informar a ABRAD sobre tal profissional;

 

4 - Manter comportamento pessoal compatível com a dignidade da profissão e respeito com o cliente;

 

5 - Não criticar os colegas diante dos clientes.

 

 

 

Capítulo IV

 

Compromisso com o Público

 

1 - Fornecer informações precisas sobre formação, treinamento, experiência, filiações profissionais, certificados, congressos e associações quando solicitado;

 

2 - Respeitar as outras modalidades terapêuticas, procurar (procurando) a integração com as mesmas e desenvolver relações de cooperação com o objetivo de proporcionar o melhor tratamento para o cliente;

 

3 - Fazer o possível para manter o tratamento acessível ao público em geral, bem como ser flexível quanto aos custos para pessoas de baixa renda;

 

4 - Não criar falsas expectativas. O radiestesista deve permanecer neutro.

 

 

 

Capítulo V

 

Conduta Geral

 

1 - Dignificar a profissão não se comportando como médico, e evitando (evitar) termos médicos;

 

2 - Esclarecer o cliente sobre o método empregado;

 

3 - Não emita receitas ou qualquer outro ato médico;

 

4 - Não anunciar tratamento de doenças;

 

5 - Fazer somente orientações, nunca prescrições;

 

6 - Pesquisar com metodologia científica.

 

 

 

Capítulo VI

 

Legalização

 

1 - Guardar comprovantes de cursos, congressos e associações;

 

2 - Anotar cuidadosamente o histórico do cliente.

 

Critérios de Análise Técnica

 

1 - Todos os instrumentos usados em Radiestesia, terão endosso técnico da ABRAD - Associação Brasileira de Radiestesia e Radiônica, mediante apreciação e posterior aprovação da Comissão Técnica;

 

2 - Todos os cursos de Radiestesia que a ABRAD recomendar deverão ser previamente analisados pela Comissão Técnica, enviando-se currículo, apostilas e material didático usado no curso;

 

3 - Quanto aos profissionais radiestesistas, a ABRAD indicará ao público somente os profissionais associados que tenham a formação recomendada por cursos previamente analisados, ou em caso de autodidata, enviar monografia para análise.